A epidemia do vírus da zika e a crise econômica são apontadas pelo Ministério da Saúde como causas do crescimento. A epidemia, pela queda de nascimentos e de mortes de bebês por malformações graves. Já a crise está associada às mortes infantis evitáveis, causadas por diarreias e pneumonias, que são influenciadas pelos cortes na saúde pública

Tirar as meninas da escola antes de completarem o ensino médio provoca um grande abalo social e econômico, especialmente em países de baixa renda. Novo relatório do Banco Mundial calculou que impedir que elas completem 12 anos de escolaridade pode custar até US$ 30 trilhões em renda e produtividade perdidas ao longo da vida

Quase 90 milhões de crianças com menos de um ano de idade vivem em países onde os pais não têm direito, por lei, a um único dia de licença-paternidade remunerada, segundo nova pesquisa do UNICEF. Brasil não está entre essas nações, mas sua dispensa trabalhista para homens que acabam de ter filhos foi considerada relativamente curta

Infância na Mídia
Agência Brasil
16/08/2018
Escolas públicas aguardam as definições para orientar os responsáveis pelos estudantes. As escolas particulares, que, em sua maioria, encerram até o próximo mês o processo de matrícula, adiantam que não devem adotar as medidas em 2019
www.onu.org.br
16/08/2018
Se todas as meninas refugiadas estudarem, suas famílias e comunidades terão mais chances de melhorar sua posição social e econômica. Quanto maior o nível de educação, maiores são os benefícios
Correio Braziliense
16/08/2018
Para chegar ao dado, o Fundo da Nações Unidas para a Infância (Unicef) considerou não só a pobreza monetária, mas também a falta de acesso a direitos básicos, como saneamento básico, educação, informação, moradia e proteção contra o trabalho infantil
Recursos para jornalistas
  • Guia de monitoramento: Violações de direitos na mídia brasileira III
    No Volume III, são apresentados os dados de pesquisa realizada em programas de rádio e TV das cinco regiões brasileiras, acusando níveis preocupantes de violações de direitos e de infrações a leis e a normas autorregulatórias do campo midiático. E a partir dos elementos constitutivos do modelo “policialesco” identificados na amostra, é aberto amplo debate sobre o fazer jornalístico — seus limites e responsabilidades.
  • Direitos da Infância e Direito à Comunicação
    Esta publicação, que integra atividades desenvolvidas pela Rede ANDI América Latina, apresenta uma visão ampla de 10 temas centrais para que a região avance na garantia, promoção e proteção dos direitos de crianças e adolescentes no campo da mídia.